Escritora Infantil

Empresária, mãe, escritora infantil, apresentadora e contadora de histórias

Um pouco da minha história como escritora

Sou paulista, e iniciei minha carreira como escritora em 2007, com a publicação de uma coleção de três livros voltados para crianças de zero a cinco anos. Mãe de dois lindos meninos, hoje já adolescentes, descobri o talento e a criatividade para escrever ainda criança, e que reviveram após o nascimento do meu primeiro filho, em 2003, nas constantes sessões de contação de história.

 

IMG_3050

Ao todo, possuo uma coleção de três livros publicados: “O Chá na Chaleira”, “No fundo do mar” e “Mostrinhos Camaradas”. Além de escrever, participei de todo o processo de confecção dos livros, o que inclui a busca pelas ilustradoras, a escolha dos papéis e a revisão final.

Atuar como escritora de livros infantis é uma realização pessoal. Adoro todo o processo, desde o momento da inspiração, até a edição, a escolha do papel e o acabamento.

Meus livros fazem parte do acervo da Associação de Professores de Português – APP, organização criada em 1977 com o objetivo de promover o ensino da língua portuguesa e apoiar os professores de português de Portugal.

A APP possui um projeto, em parceria com a Associação de Profissionais de Educação de Infância de Portugal – APEI, de incentivo à leitura desde a primeira infância. O programa, que existe desde 2005 e recebe o nome de “O meu brinquedo é um livro”, inspirou o projeto “Meu Broto de Leitura”, implantado no Berçário Municipal Mãe Cristina, de Marília, cerca de 440 quilômetros de São Paulo. O projeto gerou a criação da Bebeteca Lu Martinez, uma biblioteca direcionada a bebês entre quatro meses a um ano e seis meses.

 

IMG_3094

Para mim, é uma honra ter os livros no acervo da associação. Acompanho as ações dos projetos desde que fui convidada e homenageada pelo Berçário Municipal Mãe Cristina, pela Prefeitura e Secretaria da Educação de Marília, com a inauguração da Bebeteca, em agosto de 2008, que ganhou o meu nome.

O projeto ‘O meu brinquedo é um livro’ é um exemplo de atividade e é um prazer ter um dos meus livros cotados entre àqueles que podem dar suporte ao professor para o desenvolvimento da cultura e da literatura.

Além do apoio no Projeto Meu Broto de Leitura, faço parte do Todos pela Educação e da FNLIJ (Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil).

Segundo a revista Pais e Filhos, faço parte das 100 autoridades brasileiras em música, educação, literatura infantil, direitos das crianças, saúde infantil, entre muitos outros, conforme a Edição da Revista em Janeiro/2008, como também, na edição de outubro de 2008, meus três livros na sua lista dos ” 40 livros indicados” para bebê. Indicações que perduram e me orgulham.

10_LuMar

 

Em julho de 2008, lancei minha própria grife e inaugurei a Lu Martinez Baby Store. A loja comercializava toda a linha de enxovais, roupas, produtos e acessórios maternidade, bebês e crianças até 6 anos de idade, além de serviços exclusivos para gestantes, como o “malinha e atendimento na sua casa”, por meio do qual a futura mamãe podia comprar sem sair de casa (saiba mais no aqui). O conceito saía do tradicional, todo o enxoval e decoração do quartinho do bebê eram baseados na literatura brasileira e universal. “O Pequeno Príncipe”, “Chapeuzinho Vermelho”, “Alice no País das Maravilhas”, “Se meu Fusca Falasse”, foram alguns dos temas que levei para berços, camas, enfeites, pijaminhas, em forma de bordados, artesanatos, aplicações, quadrinhos, e tantos outros mimos.

Em 2009, também como resultado da atuação como escritora, apresentei o primeiro programa de contação de história na internet brasileira, no Portal IG Criança. Chamado “Era uma vez…Lu Martinez”, semanalmente, contava uma história nova para entreter a criançada.

Acredito que ainda faltam programas de contação de histórias para as crianças. Além de entreter, a contação incentiva a curiosidade, criatividade, memória e é um incentivo à leitura.

Com meus livros e o programa do IG Criança rodando este Brasil, tão rapidamente, não faltaram convites para palestras, workshops, contação de histórias e autógrafos em escolas, entrevistas em rádios e TV (Rádio CBN, TV Aparecida, Globo, …) e lançamentos dos meus livros em bibliotecas e livrarias.

Até hoje me realizo e me enche de emoção ver o olhinhos e mãozinhas dos pequenos conferirem que a “autora” do livrinho que ela sabe a história “é real” !

 

capa sobre bx

Sobre os livros:

(edições esgotadas)

 Os livros publicados têm o objetivo de transmitir uma mensagem e contribuir para a educação das crianças. Minhas histórias sempre têm um propósito. Enquanto o Chá na Chaleira, meu primeiro livro, diferencia as palavras com X e CH, o segundo, chamado ‘No fundo do mar’, tem como objetivo desvendar os mistérios da vida marinha. Já os ‘Monstrinhos Camaradas’ cumpre o papel de estimular o convívio social.

Para incentivar a alfabetização e a memorização, todas as histórias vêm escritas em letra bastão e em quadrinhas rimadas. Como autora explico que, no início de alfabetização, os professores utilizam apenas as letras maiúsculas. O livro também atende a essa necessidade dos docentes. 

Outra importante característica dos meus livros é o encarte com sugestões de atividades e brincadeiras envolvendo a história.

Com formato 20cm x 20cm e 16 páginas, as obras são de fácil manuseio e segue os padrões indicados para livros infantis. O papel utilizado é o couché brilho, gramatura 150 g. Com o couché, as cores ficam ainda mais vivas, despertando a atenção das crianças.

Eles foram adotados por diversas bibliotecas escolares, particulares e municipais, dentre algumas delas : Lourenço Castanho SP, Arquideocesano de São Paulo, Pueri Domus, Escola Villare São Caetano do Sul, Colégio Objetivo, Colégio Civitatis, Escolas Municipais de Ubatuba e São Vicente, Marília e municípios vizinhos, e tantas outras escolas que trabalham diretamente com os alunos no desenvolvimento da leitura e interpretação de textos.

 CAPA

“O Chá na Chaleira”

Com ilustrações arredondadas e cores alegres, O Chá na Chaleira é uma leitura simples que, além de divertir, enfatiza palavras com X e CH, como xícara e chaleira. Neste caso, o objetivo é mostrar às crianças que há palavras com mesmo som, porém com grafias diferentes. “Todas as minhas histórias têm um propósito. Este é o meu maior objetivo como escritora: passar uma mensagem e ensinar as crianças de uma forma bem divertida”, afirma.

As cores utilizadas foram escolhidas pela ilustradora Ana Luiza de Paula. Todo o conteúdo, incluindo texto e ilustrações, contou com a revisão da professora Edna Prado, doutora em Pedagogia.

capa no fundo do mar

“No Fundo do Mar”

 De forma divertida e bem colorida, o livro “No Fundo do Mar” chega este mês às livrarias. O segundo livro de Lu Martinez destaca-se pelas rimas suaves e pela linguagem visual. Com ilustrações em recortes de Roberta Carvalho, a história destaca informações e curiosidades sobre a fauna e flora marinha, sendo um importante material de apoio para educação de crianças de até cinco anos.

O livro descreve as diferentes espécies presentes no oceano, desde ouriço do mar, golfinhos, baleia, lula, cavalo marinho, tubarão, água viva, siri, estrela do mar, até os camarões, caracóis, lesma do mar, polvo e moréia. Além de conhecer características específicas de cada uma das espécies, como o fato de a baleia ser mamífera, por exemplo, a linguagem visual e o ritmo da leitura estimulam a criança.

 

capa monstrinhos

“Monstrinhos Camaradas”

O livro “Monstrinhos Camaradas” trata de forma divertida sobre personagens que poderiam assustar a criançada. Com a mesma ilustradora de “No Fundo do Mar”, a história mostra as aventuras do vampiro Vlip Vlap e os amigos Fran Crin Cren, Múmia e Lobisomem. Ao invés de assombrar, os monstrinhos querem conquistar a amizade das crianças vizinhas ao castelo onde vivem.

Além de incentivar a leitura, “Monstrinhos Camaradas” cumpre um papel importante na formação da criança: o incentivo ao respeito às diferenças. “Os personagens e as situações criadas na história mostram que a convivência entre pessoas diferentes é possível e pode ser harmoniosa e amigável”, afirma Lu Martinez. Segundo ela, assim como nos livros anteriores, o objetivo é transmitir uma mensagem e contribuir para a educação das crianças.

 

Monstrinhos_Kit3Kits Livros:

Todos os meus livros, acompanham um encarte com sugestões de atividades e brincadeiras envolvendo a história.

Também desenvolvi kits pedagógicos de pintura em tecido, telas e madeiras, sempre com tintas atóxicas, que ajudam as crianças fixarem o conceito da história por meio de brincadeiras de pintar.

Aventais, bolsinhas, malinhas e mochilas em algodão com ilustrações do livros para serem coloridas pelos leitores mirins. Ao usá-las no dia a dia, a criança tem a possibilidade recontar a história para familiares e amiguinhos, exercitando a imaginação, criatividade e memória.

 

Sobre o “Era Uma Vez…Lu Martinez”:

27_lumartinez

Em pensar que em 2009 já prevíamos o sucesso da TV infantil na internet.

A convite do famoso portal IG, âncora da internet brasileira, juntamente com UOL e Terra, encarei o desafio de participar do primeiro programa de vídeo de contação de histórias infantis na internet.

Tudo foi pensado, especialmente, para o público de 0 à 5 anos, desde a abertura infantil, textos, produção e edição, cenários, mas claro, dentro das possibilidades e ferramentas que tínhamos para trabalhar na época.

Foram mais de 20 histórias ao longo de 2 anos, postadas em um canal próprio, que chegaram a atingir mais de 100.000 visualizações. Hoje, com a extinta seção “Crianças”, ainda encontramos alguns programas “no ar”, postadas pelo próprio portal, em seu canal do YouTube.

Que tal conferir alguns dos programas para você conhecê-los de perto? Basta clicar nos títulos e assistir no YouTube do portal IG:

Era_uma_vez_05

A Gatinha Tina

O Mistério da Bicicleta

Uma Festa na Floresta

João e seu Pé de Feijão

A Cigarra e a Formiga

 

 

Futuro:

Ainda tenho muitos projetos que quero realizar quanto escritora:

Um deles é a produção de vídeos para o canal do YouTube com histórias direcionadas exclusivamente para crianças. O objetivo é reunir vídeos já produzidos com gravações exclusivas, para educar e entreter. E a contação de histórias é a melhor alternativa para crianças de até cinco anos.

Já para os pais aproveitarem com seus filhos, trabalho em um projeto de turismo cultural. O “Guia Cultural Infantil – Passeie com a Lu” é um projeto inovador que reúne sugestões de destino para o passeio da família. Cada local sugerido traz um histórico, para auxiliar no aprendizado nas crianças e sugestões de atividades para serem feitas com a família reunida. O objetivo deste projeto é o de levar conhecimento sobre a história de São Paulo, com a possibilidade de passeio e diversão para toda a família. Além disso, um pedagogo auxiliará os pais nas brincadeiras, por meio de dicas em cada uma das atividades sugeridas.

O guia trará ainda várias sugestões de eventos culturais, como teatros, museus, exposições, bibliotecas e muitas outras possibilidades de lazer para pais e filhos aprenderem brincando.

E quem sabe também não faço um para sua cidade? 

 

IMG_3058

Parcerias:

Estou aberta à parceria, apoio ou patrocínio em meus projetos ou novos desenvolvimentos, assim como, para a publicação da 2a Edição dos títulos acima.

Escolas, bibliotecas e livrarias :

Para eventos de contação de histórias seguidos de Atividade Artística Pedagógica. Workshops, bate papos e palestras para pais e público em geral.

IMG_3092

Para mais informações, me envie um email para  lu@lumartinez.com.br ou preencha aqui o formulário .

Terei o maior prazer em responder !

Um beijo e boa leitura !

Lu Martinez